• Ultimas notícias

    terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

    Força da arena empurra o Palmeiras na Copa Libertadores.


    Disputar a Libertadores neste ano foi o objetivo traçado pelo Palmeiras em 2015. Com a meta alcançada, a ordem é honrar a expectativa da torcida, depois de superar tormentas e atravessar uma grande reformulação, que passou por diretoria, comissão técnica e jogadores. O cenário faz com que o time alviverde entre como um dos favoritos ao título.

    O presidente Paulo Nobre conseguiu colocar as finanças do clube em ordem. Dentro de campo, sobram opções para o técnico Marcelo Oliveira, que tem como grande desafio encontrar os seus 11 titulares e dar ao grupo uma cara de time copeiro para saber enfrentar as adversidades que um torneio tão diferente como a Libertadores oferece.

    O time tem a base do ano passado, campeão da Copa do Brasil. As principais novidades foram as contratações do zagueiro Edu Dracena (Corinthians), dos meias Moisés (Rijeka-CRO) e Régis (Sport) e do atacante Erik (Goiás). 

    Campeão da Libertadores em 1999, o Palmeiras conta com uma força extra que deve fazer muita a diferença: O Allianz Parque. A pressão que a torcida palmeirense exerce nos adversários faz com que enfrentar o alviverde em seus domínios se torne algo ainda mais complicado – no ano passado, o time já mostrou o quanto cresce quando joga em casa.

    O discurso do gerente de futebol Alexandre Mattos para os novos contratados só reforça o quanto a expectativa da equipe é grande. “Ele nos perguntou quem estava disposto a ser campeão. Vim para o Palmeiras para ganhar a Libertadores e disputar o Mundial no fim do ano”, disse o zagueiro Edu Dracena.

    Time-base: Fernando Prass; Lucas, Edu Dracena, Vitor Hugo e Zé Roberto; Arouca, Jean, Robinho e Dudu; Gabriel Jesus e Barrios. Técnico: Marcelo Oliveira.

    Quem chegou: Vagner (goleiro), Edu Dracena (zagueiro), Roger Carvalho (zagueiro), Rodrigo (volante), Jean (volante), Régis (meia), Moisé (meia) e Érik (Atacante).

    Quem saiu: Aranha (goleiro), Fábio (goleiro), Bruno (goleiro), Victor Ramos (zagueiro), Jackson (zagueiro), João Paulo (lateral), Andrei Girotto (volante), Amaral (volante), Juninho (meia), Kelvin (atacante) e Mouche (atacante)

    CONHEÇA OS ADVERSÁRIOS DO PALMEIRAS NO GRUPO 2

    ?Nacional-URU


    Campeão uruguaio, o Nacional enfrentou o Palmeiras no início do ano, em torneio amistoso, e levou a melhor nos pênaltis. Os destaques da equipe são o lateral Fucile, ex-Santos, o meia Porras e o atacante Ivan Alonso. O brasileiro Léo Gamalho (foto) foi contratado e reforça o ataque.

    Rosario Central-ARG

    Vice-campeão da Copa da Argentina, o Rosario Central foi semifinalista duas vezes da Libertadores. Para esse ano, tem como força o atacante Marco Ruben (foto), autor de 21 gols no Argentino do ano passado. O zagueiro Pinola chegou do Nuremberg, da Alemanha.

    River Plate-URU

    Terceiro colocado no Campeonato Uruguaio, eliminou o Universidad do Chile na primeira fase da Libertadores. O técnico Juan Carrasco, ex-Atlético-PR, conta com o faro de gol de Michael Santos (foto), de 22 anos, vice-artilheiro do Campeonato Uruguaio na temporada passada.
    Fonte: Estadão

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Total de visualizações de página

    Fashion

    Beauty

    Culture