PUBLICIDADE

Atacante ex-Palmeiras reencontra Corinthians e diz: "Sempre dei sorte".


O Corinthians enfrenta o Cerro Porteño nesta quarta-feira, às 19h30, pela Copa Libertadores, e pode encontrar um jogador adversário com uma motivação extra. O atacante paraguaio José Ortigoza, que passou pelo Palmeiras em 2009 e pelo Cruzeiro em 2010, atualmente joga pelo Cerro, e briga por uma vaga na equipe que enfrentará o Timão. O atleta concedeu uma entrevista ao site ?globoesporte.com e comentou sobre a época no Verdão e a expectativa para a próxima partida. Confira.

8. Apelido de "Coalhada"

"Quem inventou esse apelido foi o Marcão (Marcos, ex-goleiro do Palmeiras). Desde que cheguei, ele sempre brincava comigo e começou a me chamar de Coalhada. Pelos cachinhos que eu tinha. Não achava tão parecido, mas pegou. O Marcão não dava moleza (risos)".

7. Sorte contra o Corinthians

"Tomara que saia uma vitória de novo para nós, contra o Corinthians sempre dei sorte. Seja com a camisa do Palmeiras ou a do Cruzeiro. É muito bom saber que a torcida do Palmeiras se lembra de mim. Sempre tem essa coisinha que ficou, a rivalidade. Eu me identifiquei muito com a torcida, e sabemos que o nosso maior rival é o Corinthians".

6. Expectativa para quarta-feira


"Esperamos um jogo complicado. Jogos de Copa são diferentes, e o Corinthians tem um bom time, muito forte. Nossa mentalidade é de ganhar em casa. Sabemos que o principal é ganhar em casa e tentar roubar alguns pontinhos fora", disse.

5. Novo Corinthians


"Estamos sabendo que o Corinthians tem um time renovado, muitos jogadores foram vendidos para o futebol chinês. Temos de ficar espertos, porque querendo ou não tem jogadores com bom pé, jogam bem e podem fazer a diferença a qualquer momento. Temos de jogar como Copa, com os dentes apertados. Não vamos dar espaço a eles".

4. Romero e Balbuena


"Em 2013 joguei com o Ángel, fomos campeões no Cerro Porteño, é um jogador que desequilibra e que pode nos trazer muito perigo porque conhece bem nosso time. Temos de cuidar dele. Já o Balbuena é um zagueiro forte, raçudo, como o futebol paraguaio costuma produzir. Gosta de jogadas pelo alto e vai bem nas divididas. Temos de ficar atentos também".

3. Cerro na Libertadores


"A mentalidade da Copa e do campeonato local é diferente. Estamos indo bem na Libertadores, temos quatro pontos, tivemos um empate bom lá na altitude (contra o Independiente Santa Fe, em Bogotá). Tomara que possamos vencer em casa. Acho que temos armas, jogadores muito bons, um bom plantel para brigar com qualquer time na América do Sul. Estamos em condições de ganhar os três pontos em casa, que vão nos deixar muito perto da classificação".

2. Volta ao Brasil


"Estou bem aqui, ano passado ganhamos o título, brigamos, estou contente. No meu país. Jogando num time muito grande aqui, e por aí se acontecer de novo seria bem-vindo. Tenho muito boas lembranças do Brasil e do Palmeiras, que é um time em que deixei amigos, me deixou com saudades do futebol brasileiro. Foi um bonito lugar onde passei bem e todos gostavam de mim. Aí ficou tudo mais fácil".

1. Melhor momento no Palmeiras


"Foi no Palestra Itália, um jogo contra o Sport pelas oitavas da Libertadores (1 x 0 Palmeiras, em 2009). O jogo estava 0 x 0, a torcida estava me pedindo no time, entrei no segundo tempo e fiz um gol de cabeça raspando na bola. Foi uma noite muito feliz para mim".
Fonte: 90min

Postar um comentário

Copyright © Tv Palmeirense | Portal de Vídeos do Palmeiras. Blogger Templates Designed by OddThemes