PUBLICIDADE

Cobrados para render mais, atletas se animam com currículo de Cuca.


Logo após o anúncio da demissão de Marcelo Oliveira, minutos depois da derrota para o Nacional do Uruguai no Palestra Itália, os jogadores do Palmeiras também foram cobrados. A primeira resposta do time, contudo, foi uma atuação organizada na vitória por 2 a 0 sobre o São Paulo, nesse domingo. E a chegada de Cuca nesta segunda-feira traz ânimo pelo currículo do técnico.

Após passar a primeira década do século contestado por não conseguir títulos, o técnico ganhou o Campeonato Carioca de 2009 pelo Flamengo e, a partir daí, foi tricampeão mineiro (2011, pelo Cruzeiro, 2012 e 2013, pelo Atlético-MG). O auge, que deixou os atletas mais marcados, ocorreu na conquista da Copa Libertadores da América de 2013, pelo Atlético-MG, antes de passar dois anos no chinês Shandong Luneng.

“Trabalhei e fui campeão da Libertadores com o Cuca, graças a Deus. Tenho boas lembranças dele. É um grande treinador, faz grandes trabalho, é pé quente. Desejo boas-vindas. Que, realmente, possamos ter um grande ano”, comentou Alecsandro. “Ficamos tristes pelo Marcelo, mas bola para frente. O Cuca é vencedor. Esperamos que faça um grande trabalho como no Atlético-MG”, concordou Dudu.

A esperança em Cuca é fazer com que o elenco cumpra as expectativas. Após fazer 25 contratações em 2015 e conquistar a Copa do Brasil nos pênaltis sob o comando de Marcelo Oliveira, o Palmeiras trouxe oito reforços para esta temporada, mas ainda está longe de convencer. A vitória no Choque-Rei, porém, foi encarada como uma prova de que o recado foi entendido pelos atletas.

“O Palmeiras nunca disse que tem um elenco imbatível, o melhor do Brasil. Temos um bom elenco. Sem nenhuma mega estrela, mas grandes jogadores podem aparecer neste conjunto. Sabemos das nossas limitações, e que não devemos nada a ninguém. Após algumas conversas, os jogadores entenderam que o coletivo facilita o individual. Vínhamos trabalhando isso até com o Marcelo”, lembrou o diretor de futebol Alexandre Mattos.

“A ideia é essa: uma cobrança dos profissionais para ter sequência, um trabalho de médio a longo prazo. Quando você enxerga que as coisas não vão andar, tem de mudar. O Cuca é ganhador, vamos citar cinco, seis equipes de ótimos trabalhos”, prosseguiu o dirigente, com a concordância de Fernando Prass, um dos líderes do elenco.

“Em seu último trabalho no Brasil, ele foi campeão da Libertadores montando um grande time com o Atlético. Que tenha a mesma sintonia aqui e montemos um time ainda mais forte. Sabemos que podemos render mais. Com certeza, ele estava analisando os jogos e saberá o que precisa na cabeça dele. Que consiga acrescentar alguma coisa”, projetou o goleiro.

Fonte: Gazeta Esportiva


















Postar um comentário

Copyright © Tv Palmeirense | Portal de Vídeos do Palmeiras. Blogger Templates Designed by OddThemes