PUBLICIDADE

Palmeiras admite que mudou atitude e jogou melhor sem Marcelo Oliveira.


Os jogadores do Palmeiras não escaparam do costumeiro discurso após a saída de um técnico, chamando o Marcelo de “grande treinador, ficamos triste com a sua saída”. Mas o time venceu o São Paulo por 2 a 0 neste domingo, na primeira partida depois da demissão do campeão da Copa do Brasil pelo clube há três meses, e admitiu que mudou até de atitude.

“Mudou a atitude com o Alberto. Ele chegou e botou o time mais compacto, coisa que não estava acontecendo. Fizemos bem o que ele pediu. No primeiro tempo não conseguimos porque estávamos muito longe, mas ajustamos no segundo tempo”, apontou Dudu, autor do primeiro gol do Choque-Rei.

Alberto Valentim assumiu a equipe interinamente e, nesta segunda-feira, Cuca assinará contrato, com estreia marcada para quinta-feira, contra o Nacional, no Uruguai, pela Copa Libertadores da América. Mas o auxiliar conseguiu no clássico deste fim de semana o que faltava a Marcelo Oliveira: organizar os jogadores.

“Sempre tivemos verticalidade, tanto com o Marcelo quanto agora. Mas estivemos organizados. Fizemos o que nos propusemos. Marcamos na intermediária do São Paulo e pressionamos quando eles entravam por um dos lados. Tivemos a linha de quatro defensiva bem compacta e junta quando estávamos atacando e também tivemos compactação e recomposição quando éramos atacados. Quem não estava com a bola tinha funções definidas. Por isso foi um jogo melhor”, analisou o goleiro Fernando Prass.

“Conseguimos fazer o que ele pediu e ficamos mais com a bola. Paramos de dar chutão, temos qualidade para jogar e temos de fazer isso. No primeiro tempo, criamos e não chegamos com tanta força, mas quase abrimos o placar. No segundo tempo, voltamos mais dispostos e conseguimos dois gols”, declarou o atacante Gabriel Jesus.

Alberto Valentim mostrou-se decisivo, inclusive, na conversa durante o intervalo. O Palmeiras passou a primeira hora do clássico assistindo ao toque de bola são-paulino, embora protegesse bem a área de Fernando Prass. Pouco antes do intervalo, porém, Alecsandro quase abriu o placar e, no segundo tempo, o Verdão balançou as redes com Dudu e Robinho, definindo o Choque-Rei.

“Melhoramos a posse de bola, principalmente no segundo tempo. A equipe estava organizada taticamente no primeiro, mas estávamos deixando alguns espaços. A conversa, no intervalo, foi para diminuir o espaço e procurar jogar mais. Um passe bem dado, um domínio, uma movimentação no tempo certo, para ganharmos distância do adversário. Fizemos isso no segundo tempo”, indicou o técnico interino.
Fonte: Yahoo

Postar um comentário

Copyright © Tv Palmeirense | Portal de Vídeos do Palmeiras. Blogger Templates Designed by OddThemes