PUBLICIDADE

'Tampão' no Palmeiras quer volta por cima e 'corrigir um pouco de tudo'.


O Palmeiras será comandado por Alberto Valentim no clássico contra o São Paulo, no próximo domingo, no Pacaembu. Enquanto o substituto de Marcelo Oliveira não chega, o interino espera dar a volta por cima com a equipe alviverde.

"Claro que depois da saída do treinador nós ficamos chateados, mas isso já passou, nós já conversamos, e o treino já foi intenso. Os jogadores estão procurando fazer o que queremos e estão mobilizados para dar a volta por cima. Nada melhor que uma boa vitória contra o São Paulo fora de casa", disse na entrevista coletiva desta sexta-feira.

Depois da demissão de Marcelo após a derrota contra o Nacional-URU na última quarta-feira, Alberto espera melhorar o Palmeiras. "Dentro desses três dias que vamos ter de treinos até domingo, dois com o elenco todo, um de ontem com os que não jogaram quarta-feira, é procurar corrigir um pouco de tudo. Algumas coisas na parte defensiva e na ofensiva também. Procurando passar aquilo que acho que vai ajudar", afirmou.

"Gosto de um time que tenha posse, saiba jogar pelas beiradas, que saiba marcar pressão no campo de adversário. A cobrança foi geral. É com o tempo que você vai fazendo isso. A ideia é qualificar", acrescentou.

O técnico-interino acredita que tem um perfil diferente em relação ao agora ex-comandante da equipe alviverde. "Temos perfis diferentes, o legal é isso, principalmente quando você faz parte de uma comissão técnica. Isso faz bem. Cada um tem um modo de pensar, coisas que gosta mais, que gosta menos. É impossível ser muito parecido", afirmou, antes de falar um pouco sobre Cuca, grande favorito para assumir o cargo de treinador.

"Não conheço o trabalho dele de perto. É um campeão, tem um currículo com alguns títulos, isso é chover no molhado. Conheço parte da comissão técnica dele. O Eudes, por exemplo. Vamos ver se vai ser esse nome mesmo."

Se não for Cuca, será que Alberto Valentim não poderá assumir o time de forma definitiva? "Eu sempre deixei muito claro que a minha intenção é ser treinador, ter a minha equipe, minha comissão. Não coloquei data-limite para isso. Quando pintar a oportunidade, em um outro clube, ou no Palmeiras, vou avaliar. Sinceramente, posso dizer que tive sondagens, propostas e continuei no Palmeiras. Quando eu achar que deva sair, ou que o Palmeiras defina me efetivar, vou fazer com a maior naturalidade. Venho me preparando desde que parei de jogar", explicou.
Fonte: ESPN

Postar um comentário

Copyright © Tv Palmeirense | Portal de Vídeos do Palmeiras. Blogger Templates Designed by OddThemes