PUBLICIDADE

Agente de Dudu cobra mais de R$ 700 mil de comissão do Palmeiras na Justiça.


O empresário Marcelo Robalinho ingressou na Justiça com duas ações contra o Palmeiras. A alegação é que o clube não pagou cerca de R$ 600 mil em comissão na contratação do meia-atacante Dudu, além de mais de R$ 100 mil no empréstimo de Andrei Girotto. Ambas as transações ocorreram no ano passado.

Segundo apurou o ESPN.com.br, a Think Ball & Sports Consulting Ltda fechou com o time alviverde uma comissão de R$ 900 mil pela ida de Dudu ao time do Palestra Itália, já que na época o atleta era disputado também pelos arquirrivais Corinthians e São Paulo.

O valor foi acordado em doze parcelas de R$ 75 mil, a serem pagas entre agosto do ano passado e julho de 2016. Contudo, a Think Ball diz que só recebeu os dois primeiros pagamentos - e com atraso -, além de um depósito de R$ 75,08 mil, mas que teria sido feito de forma equivocada pelo Palmeiras.

Diante disso, a empresa pede à Justiça que esse valor já sirva como compensação da dívida, uma vez que o Palmeiras não deu autorização para que isso ocorresse, e ainda cobra outras seis parcelas de R$ 75 mil que não foram pagas. Com os juros e correção monetária, a quantia alcança aproximadamente R$ 491 mil.

Caso o Judiciário não aceite o depósito equivocado alviverde, por outro lado, a cobrança total da Think Ball que corre na 27ª Vara Cível de São Paulo desde a última quinta-feira alcança R$ 570 mil.

A Justiça já deu uma decisão favorável aos empresários e determinou que o Palmeiras tem três dias para quitar o débito, além de 10% de honorários advocatícios sobre o valor em execução - o que faria a dívida ultrapassar a casa dos R$ 600 mil. Caso contrário, o clube deve sofrer penhora de seus bens.

Por outro lado, se resolver apresentar defesa, a agremiação alviverde pode fazê-lo em até 15 dias, contados a partir da citação por um oficial de justiça.

Além disso, os empresários de Dudu também cobram R$ 115 mil pela vinda de Andrei Girotto no ano passado, que chegou por empréstimo junto ao Monte Azul.

Na ocasião, as partes acordaram o pagamento de R$ 500 mil, em dez parcelas iguais e sucessivas de R$ 50 mil. Contudo, os agentes dizem que o Palmeiras não quitou os dois últimos débitos.

Essa última ação corre em nome da empresa Mamabru Participações, que também tem Marcelo Robalinho como sócio, e está em andamento na 5ª Vara Cível de São Paulo.

O Palmeiras ainda não foi notificado em nenhum dos dois processos, e não comenta oficialmente as ações que correm em nome do clube no Poder Judiciário.
Fonte: ESPN

Postar um comentário

Copyright © Tv Palmeirense | Portal de Vídeos do Palmeiras. Blogger Templates Designed by OddThemes