PUBLICIDADE

Alberto Valentim costuma mexer na escalação em chances como interino.


Técnico interino enquanto o Palmeiras não define o substituto de Marcelo Oliveira, Alberto Valentim aposta em treinos fechados para escalar o time que enfrenta o São Paulo neste domingo, no Pacaembu, pelo Campeonato Paulista. Se o auxiliar mantiver o que faz quando tem chances de comandar a equipe, a formação sofrerá alterações.

Alberto Valentim já teve três passagens como treinador interino do Verdão, e sempre mexeu em peças dos seus antecessores. A tendência é manter a prática na montagem do time a partir do treinamento da tarde desta sexta-feira, sem a presença de jornalistas, assim como a atividade na manhã de sábado, última antes do clássico.

Quando começou sua trajetória entre as gestões de Gilson Kleina e Ricardo Gareca, em maio de 2014, Alberto abriu mão do lateral esquerdo Juninho, do volante Josimar e do meia Mendieta, titulares na derrota para o Sampaio Corrêa, no Maranhão, que culminou na saída de Kleina. Entraram o lateral esquerdo William Matheus, o atacante Diogo e o meia Valdivia (que foi desfalque por lesão no jogo da demissão de Kleina), e o Verdão bateu o Goiás por 2 a 0, no Pacaembu.

Ainda em 2014, mas em setembro, Alberto comandou o time por um jogo, no intervalo entre as passagens de Gareca e Dorival Júnior. Do time da derrota para o Inter, que gerou a demissão do argentino, saíram o zagueiro Wellington, o meia Mendieta e os atacantes Leandro, Mouche e Cristaldo. Entraram o zagueiro Tobio, o volante Renato, o meia Bruno César e os atacante Diogo e Henrique, e o time foi eliminado da Copa do Brasil, perdendo por 2 a 0 para o Atlético-MG, em Belo Horizonte.

Em sua última experiência, Alberto substituiu Oswaldo de Oliveira em junho do ano passado e sacou o lateral direito Ayrton (substituto do suspenso Lucas), o zagueiro Jackson e o atacante Kelvin, titulares na derrota para o Figueirense. Com Lucas, Victor Ramos e Cleiton Xavier, o interino bateu o Fluminense por 2 a 1, no Palestra Itália, antes de entregar a equipe a Marcelo Oliveira.

Para este domingo, Alberto não sabe se poderá contar com o zagueiro Thiago Martins e o atacante Cristaldo, que saíram do jogo contra o Nacional machucados. Como opções, conta com Roger Carvalho, recuperado de torção no joelho esquerdo, na defesa e pode apostar em Rafael Marques como centroavante – o atacante atuou na posição quando o interino derrotou o Fluminense em 2015. A aposta será uma opção caso Lucas Barrios, recém-recuperado de lesão muscular, ainda não tenha adquirido ritmo para jogar.

Outras alterações podem ser feitas por escolha técnica. O lateral direito Lucas não vem rendendo e uma possibilidade é a entrada do volante Arouca no meio-campo, transformando Jean em lateral. Na armação, Robinho, que também está deixando a desejar, pode ceder sua vaga para o argentino Allione.

Com essas possibilidades, a escalação palmeirense no Choque-Rei tende a ser: Fernando Prass; Lucas (Arouca), Thiago Martins (Roger Carvalho), Vitor Hugo e Zé Roberto; Thiago Santos, Jean, Robinho (Allione) e Dudu; Gabriel Jesus e Cristaldo (Rafael Marques).
Fonte: Gazeta Esportiva

Postar um comentário

Copyright © Tv Palmeirense | Portal de Vídeos do Palmeiras. Blogger Templates Designed by OddThemes